Pular para o conteúdo
Voltar

Governador propõe RGA de 7% aos servidores, com data-base de pagamento em janeiro

Reposição estava prevista para maio, e com percentual de 6,05%; decisão foi em conjunto com deputados
Lucas Rodrigues | Secom - MT

O governador Mauro Mendes com os deputados da base na Assembleia - Foto por: Lucas Rodrigues/Secom
O governador Mauro Mendes com os deputados da base na Assembleia
A | A

O governador Mauro Mendes vai enviar projeto de lei, nesta quarta-feira (15.12), que prevê o pagamento da Reposição Geral Anual (RGA) dos servidores do Estado na ordem de 7%, e não mais de 6,05%, como havia sido estabelecido anteriormente na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

O anúncio foi feito na noite desta terça-feira (14.12), após reunião com deputados da base e com o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

A alteração positiva no percentual de aumento da RGA será paga aos servidores públicos ativos e inativos.

Além disso, a data-base de pagamento será antecipada para janeiro de 2022, quatro meses antes da previsão inicial, que era para maio do próximo ano.

“Fizemos um acordo com a Assembleia Legislativa sobre esse pleito. Criamos as condições para poder pagar esse percentual e iremos pagar. Agradeço a todos os deputados da nossa base que estão juntos conosco para fazer aquilo que é melhor para os nossos servidores e para todos os cidadãos de Mato Grosso. Esse é mais um dos compromissos que temos honrado”, afirmou o governador.

Com a proposição, cabe agora à Assembleia Legislativa aprovar a mudança e, após, a lei seguir para sanção do governador. Vencidas estas etapas, em janeiro de 2022 os servidores públicos estaduais já receberão o reajuste de 7% sobre os vencimentos.

Participaram da reunião os deputados Wilson Santos, Valmir Moretto, Dr. Gimenez, Nininho, Dilmar Dal Bosco, Allan Kardec, João Batista, Eduardo Botelho, Dr. Eugênio e Xuxu Dal Molin.