Pular para o conteúdo

Postos de fiscalização da Sefaz passam por reformas

Fazenda está investindo 3.6 milhões na melhoria das instalações
Ademar Andreola | Sefaz MT

A | A

A Secretaria de Fazenda está realizando obras de reforma em 4 dos 6 principais postos de fiscalização existentes no Estado. Até dezembro próximo elas deverão estar concluídas. Para essas obras a Sefaz está investindo cerca de R$ 3.6 milhões. O objetivo das reformas a proporcionar mais comodidade a quem passa por esses locais para serem fiscalizados e também aos servidores da Sefaz, que lá atuam, inclusive tendo que dormir em razão das escalas de trabalho.


“Melhorar a qualidade do atendimento ao público e das condições de trabalho aos nossos servidores é também uma forma de incrementar a arrecadação. Por isso decidimos fazer essas reformas há tempos solicitadas pelos usuários e também pelos nossos servidores”, afirma o secretário de fazenda, Rogério Gallo.


Estão sendo reformados os postos de Alto Araguaia e Barra do Garças, na divisa com Goiás; no de Rio Correntes, localizado no município de Itiquira, na divisa com Mato Grosso do Sul e no Posto 12 de Outubro, em Comodoro, na divisa com Rondônia.  Esse último é de maior investimento. O custo final da obra No Posto 12 de Outubro será de R$ 1.490 milhão.


A revitalização posto da Serra do Caximbo, localizado no município de Guarantã, do Norte, na divisa com o Pará, está em fase de licitação. Já a reforma do Posto Flávio Gomes, na BR 163/364, saída de Cuiabá para o sul do Estado, só deve acontecer no próximo ano. Isso em razão das obras de duplicação da rodovia.


Segundo o secretário adjunto de Administração Fazendária, Kleber Geraldino dos Santos, as reformas eram necessárias já que há quase 10 anos não foram feitos investimentos para melhorar as condições de atendimento. “Estamos trabalhando nas áreas internas e externa. Na área externa estamos melhorando as áreas de estacionamento, bem como as entradas e saída.  Internamente adquirimos novos computadores e mobiliários para agilizar e melhorar o atendimento. Investimos inclusive na reforma dos dormitórios, para proporcionar mais conforto no descanso de nossos servidores escalados para trabalhar nos local”, explica Kleber Geraldino.